Twitter adverte postagem em que Trump afirma que está imune à Covid-19


Twitter adverte postagem em que Trump afirma que está imune à Covid-19
O Twitter voltou a marcar uma postagem do presidente americano, Donald Trump, por violação das normas da rede sobre a Covid-19. Na postagem sinalizada, Trump afirmou que está imune à doença, para a qual testou positivo há cerca de uma semana.


A total and complete sign off from White House Doctors yesterday. That means I can’t get it (immune), and can’t give it. Very nice to know!!!


— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) October 11, 2020


 

 

"Este tuíte violou as regras do Twitter sobre a difusão de informações enganosas e potencialmente prejudiciais relacionadas à Covid-19. De toda forma, o Twitter determinou que pode ser de interesse público que o tuíte permaneça acessível", afirma o comunicado da rede social, posicionado logo acima da postagem.

 

O tuíte reforçou afirmação do presidente dada mais cedo em entrevista à Fox News. "(Recebi) Uma alta completa dos médicos da Casa Branca ontem. Isto significa que eu não posso mais contrair (imune), e não posso transmitir. Muito bom saber!!!", escreveu o presidente americano.

 

Não é a primeira vez que uma postagem de Trump recebe uma advertência do tipo pelo Twitter. Em agosto, a rede social restringiu de forma parecida um tuíte em que o presidente americano colocou em dúvida a segurança sanitária das caixas de correio que muitos eleitores utilizam para votar à distância nas eleições presidenciais.