Transição em Minas: Equipe de Zema se reunirá nesta quinta-feira com o governo Pimentel

Transição em Minas: Equipe de Zema se reunirá nesta quinta-feira com o governo Pimentel

Zema esteve ontem visitando a Assembléia de Minas. Ele vai precisar do apoio dos deputados estaduais para por em prática algumas de suas propostas para o estado.


A equipe de transição para o governo Romeu Zema (Novo) começa a atuar na Cidade Administrativa na quinta-feira. A primeira reunião já está agendada para o início da tarde de quinta-feira com o secretário da Casa Civil, Marco Antonio Teixeira, cujo tema será a folha de pagamentos e os chamados restos a pagar, que são aquelas dívidas deixadas de um ano para o outro.




Partido NOVO tem quatro integrantes na equipe de transição de Romeu Zema


O grupo contará com a consultoria técnica gratuita da Fundação João Pinheiro (projetos estratégicos), Instituto Aquila (finanças) e Falconi Consultores de Resultado (estrutura de pessoal). A equipe de transição é formada por Mateus Simões, que irá coordenar os trabalhos; o economista Victor Cezarini; o empresário Victor Garizo Becho; o engenheiro e candidato derrotado a senador Rodrigo Paiva, e a advogada e candidata derrotada a deputada federal, Luciana Lopes.




Apesar da equipe enxuta, Zema afirma que ela poderá ser reforçada conforme a necessidade. Até quinta-feira ele espera que o governo de Fernando Pimentel (PT) disponibilize pelo menos quatro salas ou ilhas de trabalho para o grupo, além de dois locais para reuniões. De acordo com ele, o espaço já alocado para a transição é insuficiente para o número de integrantes.


No dia 5 de novembro, o governador eleito postou em suas redes sociais detalhes de sua visita na Assembleia Legislativa e enfatizo “ter um bom relacionamento com todos faz parte da minha trajetória. E, conhecer e dialogar com todos os deputados estaduais irá me ajudar na construção de um bom convívio. Visitei a Assembleia Legislativa de Minas e descobri que fui o primeiro governador eleito a fazer isto. Fico orgulhoso de já estar mudando muitas questões. Esta visita vai continuar ao longo dos quatro anos”.


As informações são do Super Canal.