PM encontra plantação com mais de 500 pés de maconha entre Lassance e Várzea da Palma


PM encontra plantação com mais de 500 pés de maconha entre Lassance e Várzea da Palma

A Polícia Militar encontrou uma plantação com mais de 500 pés de maconha na divisa entre os municípios de Lassance e Várzea da Palma, Norte de Minas Gerais. Uma mulher e o cunhado dela foram presos. A ocorrência foi divulgada nesta quinta-feira (20).


A plantação foi encontrada logo após um tiroteio na região, durante a Operação Zumbi dos Palmares. A ação tinha como objetivo localizar um foragido e um homem investigado por envolvimento em vários crimes na região. Foragido da Justiça morre durante troca de tiros com policiais na zona rural de Várzea da Palma Policiais fizeram buscas, mas não os encontraram. Em seguida, a dupla foi vista fugindo a pé em uma estrada.


A PM informou que eles atiraram ao notar a aproximação das viaturas e as equipes revidaram. O foragido foi atingido, socorrido e morreu no hospital. “Nós fazíamos buscas na região logo após o tiroteio e recebemos informações sobre uma fazenda, que poderia estar sendo usada como esconderijo. Quando chegamos no local, um indivíduo fugiu correndo em direção a um matagal. Fomos atrás dele e encontramos os pés de maconha”, explica o tenente Daniel Carvalho Miranda, que é do Tático Móvel da PM de Pirapora.


O homem que fugiu quando os policiais chegaram na fazenda não foi localizado. O irmão dele estava escondido no banheiro de uma casa na fazenda. Nenhum dos dois teve participação no tiroteio. A namorada do fugitivo também foi encontrada dentro da residência. Ela está grávida de dois meses. O casal era responsável por tomar conta da propriedade rural. “A plantação foi encontrada em um local de difícil acesso, no meio de uma mata densa. Ficamos surpresos com a estrutura montada por eles”, completa o tenente Daniel Carvalho Miranda.


Os policiais apreenderam algumas mudas e destruíram o restante da plantação. Eles encontraram ainda mais de mil sementes de maconha e adubo. “Foi feita ainda apreensão de duas polveiras. O envolvido que estava no banheiro contou que eles haviam enterrado duas armas no quintal da casa do pai, que fica ao lado da fazenda”, diz o tenente.


A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Civil.