Mais de 860 presos cumprem quarentena por causa da covid-19 em Minas; são seis mortes


Mais de 860 presos cumprem quarentena por causa da covid-19 em Minas; são seis mortes

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) confirma que seis detentos morreram em decorrência da Covid-19 e 869 foram infectados pelo novo coronavírus nas 194 unidades prisionais do estado. Ao todo, são 60 mil presos em Minas.


“Os dados apontam 867 custodiados cumprindo período de quarentena dentro das unidades prisionais, acompanhados pelas equipes de saúde das unidades, assintomáticos ou com sintomas leves da doença. As alas em que se encontram foram isoladas, desinfectadas e todos servidores e demais detentos do local usam máscaras de forma preventiva. Do total de infectados, há um custodiado em prisão domiciliar, monitorado por tornozeleira, e um internado, para melhor acompanhamento do quadro de saúde”, diz nota da Sejusp enviada à Itatiaia.


Conforme a pasta, os seis óbitos ocorreram no Ceresp Gameleira, em Belo Horizonte; no Presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves; a de um detento do Presídio Floramar, em Divinópolis, que havia recebido alvará uma semana antes do falecimento; no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) de Juiz de Fora, no Presídio Promotor José Costa, em Sete Lagoas, e no Presídio de Uberlândia I.


Ocorrências


Com a suspensão de visitas em razão da pandemia, a entrega de kits de higiene é feita apenas via Correios. Entre 20 de março e 21 de julho, foram registradas 372 ocorrências de envio de ilícitos, como drogas. No dia 29 de julho, por exemplo, foram encontradas maconha dentro de bananas e também triturada dentro de achocolatados.


2020-8-15 12:43 pm Minas Gerais 260 0 0