Jovens passam mal e morrem após uso de drogas em festa em Itanhandu; suspeita é de overdose

Jovens passam mal e morrem após uso de drogas em festa em Itanhandu; suspeita é de overdose

Dois jovens passaram mal e morreram após uso de drogas durante uma festa no fim da tarde desta segunda-feira (15) em Itanhandu (MG). Segundo a Polícia Militar, Nicolas da Silva Galvão, 16 anos, e Rhaonny Felipe Antunes de Souza, 18 anos, foram socorridos com vida, mas morreram na Santa Casa da cidade. Eles eram de Cruzeiro (SP). A suspeita é que tenha sido overdose.


A Polícia Militar informou que recebeu um chamado por volta de 17h50 para verificar a situação de um indivíduo que estaria caído no chão na rua Albertino Fernandes Santo. Enquanto se deslocavam para o local, os policiais acionaram a ambulância da cidade para os primeiros socorros.


No local, testemunhas contaram aos militares que em uma das casas havia diversas pessoas, em sua maioria menor de idade, fazendo uso de drogas. A PM informou que a residência estava aberta e sem nenhuma pessoa no interior. Lá os militares apreenderam um galão com capacidade de aproximadamente 5 litros com loló, que estava com o líquido pouco abaixo da metade. Também foi apreendido um simulacro de revólver calibre 38, um papelote de cocaína, quatro celulares, um pino de cocaína vazio e embalagens plásticas.


A PM informou que o local foi alvo de diversas denúncias dizendo que indivíduos estariam com arma de fogo e fazendo tráfico de drogas no imóvel, que era frequentada principalmente por moradores da cidade de Cruzeiro (SP).


A PM informou que o imóvel onde aconteceu a festa pertence a um homem de 53 anos que mora no pavimento superior. Ele teria cedido a casa para a venda e uso de drogas. A polícia fez buscas pelo homem, mas ele não foi localizado. Os corpos dos dois rapazes foram levados para o IML de São Lourenço (MG), onde será identificada a causa da morte.