Cledorvino Belini é anunciado como presidente da Cemig


Cledorvino Belini é anunciado como presidente da Cemig

O administrador Cledorvino Belini foi o escolhido do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), para ocupar o cargo de diretor-presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). A indicação foi feita na noite dessa sexta-feira. Pela primeira vez à frente de uma empresa estatal, Belini é bastante conhecido no meio empresarial, principalmente no setor automotivo. 


Belini foi presidente de Desenvolvimento da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) para a América Latina, entre novembro de 2015 e junho 2017. Ele também presidiu a Fiat Automóveis para a América Latina.


Por três anos, entre março de 2010 e abril de 2013, o administrador ocupou o cargo de presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e também comandou a Fiat Chrysler Finanças Brasil. Ele esteve à frente dos conselhos de administração dos bancos Fidis e CNH Capital. Belini também foi conselheiro estratégico da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais.


Belini é presidente voluntário do Instituto Minas Pela Paz (IMPP), desde 2007. A organização da sociedade civil de interesse público (Oscip), foi criada a partir da iniciativa da Fiemg. Um dos principais projetos da instituição é a formação humana e profissional para sentenciados com as Apacs.


Nessa gestão, a Cemig será o centro das atenções uma vez que Zema já deixou claro sua intenção de privatizar a estatal. A empresa pode ser vendida caso o governo feche acordo de recuperação fiscal com a União. Uma das exigências do governo federal para renegociar as dívidas dos Estado é que empresas públicas sejam privatizadas. 


O cargo ainda era ocupado pelo indicado do ex-governador do Estado Fernando Pimentel (PT), Bernardo Afonso Salomão de Alvarenga.


Perfil


Administrador de empresas e mestre em finanças e contabilidade, e é conselheiro do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa.


Belini atuou em diversos setores da Fiat Automóveis. Pela companhia, ele foi diretor geral, comercial e de compras, comercial. Belini também atuou como presidente de Desenvolvimento da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e da Fiat Automóveis para a América Latina.


Por três anos ele exerceu o cargo de presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e esteve à frente dos conselhos de Administração dos Banco Fidis e banco CNH Capital.


As informações são do jornal O Tempo