Boris Casoy: "Há uma campanha permanente contra o Brasil no exterior"



Começou nesta segunda-feira (2) na Espanha a cúpula do clima, a COP 25, organizada pelas Nações Unidas. Representantes de mais de 200 países estão em Madri para discutir como implementar medidas que evitem os efeitos do aquecimento global.

"Tudo é possível. Mas será difícil o ministro Salles arrancar dinheiro dessa gente, cuja maioria reprova a política ambiental do governo brasileiro. Além disso, há uma campanha permanente contra o Brasil no exterior, especialmente entre os países europeus. A COP 25 deveria ser realizar aqui no Brasil, mas o governo recusou-se a patrocinar a reunião, que foi transferida para e Chile, e depois, devido à crise no pais, para a Espanha", disse Boris Casoy no RedeTV News desta segunda-feira (2).