Bolsonaro diz que não consegue fiscalizar quem usa o nome dele nas eleições


Bolsonaro diz que não consegue fiscalizar quem usa o nome dele nas eleições

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesta quinta-feira (22), que não tem como “mergulhar” na campanha de nenhum candidato à prefeitura no país e nem fiscalizar quem usa o nome dele, mesmo não tendo o apoio formal. A fala foi dada a apoiadores que questionaram o presidente na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial.


“Eu não posso mergulhar na campanha de ninguém porque eu tenho um trabalho enorme pela frente aqui. Pessoal, são 550 mil candidatos no Brasil. Tem muita gente aí usando o nome, outros batem em mim até, querem ganhar voto criticando, e tudo bem. É direito deles. 


O presidente afirmou que cabe aos eleitores dele ficarem atentos a quem está usando a imagem dele sem autorização. “Agora, tem gente que agora pregou a fotografia dele na minha. Mas eu não tenho como fiscalizar isso, não tem como. Vocês que tem que ver”, disse.