Polícia busca pistas de neo-nazistas que teriam agredido homossexual brutalmente em Itaguara MG


Polícia busca pistas de neo-nazistas que teriam agredido homossexual brutalmente em Itaguara MG

A Polícia Civil investigará um possível crime de ódio motivado por homofobia em Itaguara, na região metropolitana de Belo Horizonte. Um homem de 48 anos, homossexual, foi socorrido pela Polícia Militar (PM) nessa terça-feira (13) com um corte que vai das nádegas à região lombar.


A vítima disse ter sido atacada por quatro homens, que seriam skinheads neonazistas. Os supostos skinheads também deixaram desenhados uma suástica na testa do homem e um olho no tórax, onde também foi escrito “na outra você morre”.


A vítima afirmou que também teria sido dopada com uma injeção no pescoço. “Eu acabei refém de quatro skinheads. Eles me abordaram de longe, na quinta-feira passada, quando eu ia pagar uma conta. Eles começaram a me chamar de gordinho. Depois de algumas vezes que eu não dei atenção, começaram a me chamar de porco”, relatou.


Segundo o homem, ele possui uma mini gráfica em casa e, ao se despedir de uma cliente nessa terça-feira, foi abordado. “Quando eu fui fechar o portão, ele já estava com uma faca na mão. Ele falou ‘abre, senão eu furo sua barriga’. Entrou, puxou a janela, puxou a cortina e começou me dando uns tapas. Depois, deu chutes. Escreveram no meu abdômen, na minha testa, aplicaram uma substância na minha carótida e depois foram aplicando alguma coisa dolorosa nas costas, do trajeto que eles queriam cortar, e foram cortando.”


Até o momento, não há pistas sobre os criminosos.


2021-7-14 02:54 pm Minas Gerais 135 0 0