Mais um corpo inteiro é encontrado em Brumadinho após 300 dias de buscas


Mais um corpo inteiro é encontrado em Brumadinho após 300 dias de buscas

Trezentos dias após o início das buscas por vítimas da tragédia em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, completos nesta quarta-feira (20), os bombeiros encontraram mais uma vítima do rompimento soterrada sob a lama. O corpo estava em uma região conhecida como BH1 – ou barreira hidráulica –, esta muito próxima à zona urbana do Parque da Cachoeira, mas a mais de cinco quilômetros de distância da barragem B1, rompida em 25 de janeiro.


Apesar de o corpo estar praticamente completo, seu estado de decomposição impede a determinação do provável sexo ou idade. Agora, o corpo será periciado pela Polícia Civil, para que seja verificado se trata-se de uma nova identificação ou se esta vítima já havia sido reconhecida anteriormente através da análise de fragmentos recolhidos. 



Cento e um militares vasculham, nesta quarta, a região atingida pela lama após o rompimento da barragem no Córrego do Feijão, atrás dos corpos das vítimas ainda desaparecidas – são 16, segundo a Defesa Civil de Minas Gerais. O número de pessoas mortas, identificadas desde o rompimento, está em 254. Divididos em 20 frentes de trabalho, os bombeiros contam com o apoio de dois cães farejadores, um drone e inúmeros equipamentos pesados para revirar a terra.