Kalil não comparece em eventos de campanha com menos de 50 pessoas

Kalil não comparece em eventos de campanha com menos de 50 pessoas

Com dificuldades nos municípios, Kalil se vale da militância petista para atrair público aos seus eventos


A candidatura do ex-prefeito Alexandre Kalil (PSD) ao governo de Minas Gerais tem sofrido com a falta de público nos eventos organizados em sua maioria pela base de deputados do PT. Kalil já teria avisado à coordenação de sua campanha que não vai comparecer em atividades com menos de 50 pessoas. 


Na última semana, em Paracatu, a determinação já foi seguida. Em Juiz de Fora, o candidato também havia confirmado presença, mas não foi no lançamento da candidatura de um integrante do PT, que contava com pouca gente, cancelando a participação de última hora. 


Em Paracatu, pousou na cidade, foi em compromissos nos municípios de Unaí e João Pinheiro, organizados pelos companheiros de chapa do PT, mas não compareceu no evento realizado na cidade onde desembarcou. O vice André Quintão (PT) é quem esteve no local, que contava com menos de 50 pessoas presentes, em sua maioria militantes petistas. 


Na mesma cidade, Kalil havia dado entrevista para uma rádio, onde demonstrou indisposição para responder as perguntas e lentidão na fala e no raciocínio, chegando a trocar a região de, que fica no Noroeste de Minas, para Norte, sendo imediatamente corrigido pelo entrevistador.


 Em Juiz de Fora, Kalil cancelou a participação no lançamento da candidatura de um humorista candidato à deputado pelo PT, quando já havia começado. O evento, realizado na última semana, também contou com a presença de poucas pessoas, segundo reportagem do Jornal Pharol, da Zona da Mata.   


Outro fato tem chamado a atenção de quem acompanha as agendas da candidatura de Alexandre Kalil é a de que logo após discursar e tirar fotos, não permanece no local por muito tempo. O fato foi registrado também no último fim de semana, em um arraial realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte. 


Depois das fotos e discurso, o candidato foi embora rapidamente, sem acompanhar o restante do evento. "A gente que participa das quadrilhas fica chateado, porque ele só veio pedir voto e aparecer na foto, mas não ficou pra ver a gente dançar. Achei falta de respeito", disse um dos líderes do grupo de quadrilha.


2022-8-6 01:47 pm Minas Gerais 142 0 0