Homem sofre ereção de mais de quatro horas devido à Covid-19


Homem sofre ereção de mais de quatro horas devido à Covid-19

O coronavírus pode causar priapismo, uma ereção que perdura por horas e, em alguns casos, é dolorosa. Um homem, de 62 anos, sofreu com a condição após ser diagnosticado com a Covid-19 na França, e médicos apontaram que o inchaço no pênis pode ter sido causado pela doença. A informação é do jornal britânico Daily Mail.


Segundo o jornal, a ereção foi provocado por acúmulo de sangue no membro do homem. Esse tipo de fenômeno, análogo à trombose, ocorre em um terço dos pacientes de coronavírus, mas não necessariamente na genitália.


A folha publicou que "é a primeira vez que priapismo foi identificado como possível efeito colateral do coronavírus, que matou mais de 500 mil pessoas no globo. O paciente, de acordo com o Daily Mail, deixou a UTI que estava instalado nas últimas semanas.


O caso clínico dele foi relatado por médicos do hospital "Centre Hospitalier de Versailles" na revista científica "The American Journal of Emergency Medicine".