STF nega habeas corpus pedido por defesa de Robinho; ex-jogador pode ser preso a qualquer momento

STF nega habeas corpus pedido por defesa de Robinho; ex-jogador pode ser preso a qualquer momento

A defesa de Robinho teve seu pedido de habeas corpus negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinar sua prisão imediata. O ministro Luiz Fux resumiu a decisão ao blog da jornalista Andréia Sadi, indicando que o habeas corpus foi indeferido e a prisão mantida. Com isso, o jogador corre o risco de ser preso nas próximas horas.


Após a derrota no STJ, os advogados adotaram estratégias como entrar com um habeas corpus no STF, buscando que Robinho aguarde os recursos do processo em liberdade. Além disso, a defesa apresentou um embargo de declaração no STJ contestando pontos do acórdão e planeja fazer um recurso extraordinário no STF.


Robinho foi condenado em três instâncias da Justiça italiana por estupro em grupo de uma mulher albanesa em 2013. Ele nega as acusações, afirmando que a relação foi consensual. O ex-jogador já entregou seu passaporte ao STJ e está proibido de deixar o país.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque