Justiça recebe denúncia do MPMG contra motorista acusado de matar marido de mulher assediada por ele em Dom Cavati

Justiça recebe denúncia do MPMG contra motorista acusado de matar marido de mulher assediada por ele em Dom Cavati

Nesta terça-feira (5), o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) anunciou que a Justiça recebeu uma denúncia contra o motorista de uma van escolar, acusado de ter cometido um homicídio em Dom Cavati. O crime ocorreu em 11 de maio de 2018 e vitimou Eduardo Gonçalves Campos, de 41 anos.


De acordo com o MPMG, a denúncia apresentada pede a condenação do motorista por homicídio qualificado, alegando motivo torpe, emprego de meio que resultou em perigo comum e utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima.


Segundo o relato do MP, antes do trágico evento, a companheira da vítima solicitou uma carona ao denunciado, que, no entanto, começou a assediá-la com insinuações de teor sexual. Ao tomar conhecimento dessa situação, a vítima dirigiu-se à residência do acusado para esclarecer os fatos, porém não o encontrou. Mais tarde, conforme as investigações, a vítima retornou ao local, e o motorista sacou uma arma e disparou contra Eduardo, atingindo-o no pescoço e no tórax.


A investigação concluiu que o crime foi cometido por motivo torpe, uma vez que o autor assassinou a vítima em retaliação a uma discussão anterior motivada por questões passionais envolvendo a companheira de Eduardo.


Após cometer o homicídio, o acusado fugiu do local e não foi localizado pelas autoridades policiais, apesar das diligências realizadas. O processo encontra-se em andamento na 1ª Vara Criminal de Inhapim.

Participe da nossa enquete

Na sua opinião quem é o culpado pela dívida bilionária que quebrou o estado de Minas Gerais?
Resultados