Jornalista inglês detona profissionais da Globo na Copa: ‘Barulhentos e grosseiros’

Jornalista inglês detona profissionais da Globo na Copa: ‘Barulhentos e grosseiros’

A popularidade dos profissionais da Rede Globo que estão na Rússia fazendo a cobertura da Copa do Mundo não está muito boa.


Pelo menos essa é a análise feita pelo escritor inglês Jonathan Wilson, editor da revista The Blizzar, que não poupou críticas aos brasileiros. “Não tenho nada contra o Brasil, mas quanto antes a Globo sair desse torneio, melhor. São barulhentos e grosseiros”, disse.


Wilson destaca que os colegas de profissão da emissora brasileira falam alto demais na área de trabalho e que isso acaba interferindo no desempenho dos outros jornalistas. Para lidar com os jornalistas globais, o escritor disse que tentou fazer amizade com eles, mas que não conseguiu, devido à sua falta de paciência. “Pode ser que minha paciência esteja encolhendo. Jesus, como eles são irritantes”, contou.


À Rússia foram enviados 197 profissionais da grupo Globo, incluindo os do site Globo Esporte e do canal Sportv.


Reclamação não é novidade


A Copa do Mundo não é a primeira vez que profissionais da Globo são alvos de críticas devido o comportamento.


Durante os Jogos Olímpicos de 2016 a largada de uma das provas de natação precisou ser interrompida pois Galvão Bueno falava alto demais e desconcentrava as atletas. “Este comentarista (Galvão) precisa calar a boca no começo da prova”, disse, na ocasião, um jornalista da BBC.


O post Jornalista inglês detona profissionais da Globo na Copa: ‘Barulhentos e grosseiros’ apareceu primeiro em BHAZ.