Covid já matou mais nos EUA do que a gripe espanhola, diz Johns Hopkins


Covid já matou mais nos EUA do que a gripe espanhola, diz Johns Hopkins

Com mais de 675 mil vidas perdidas para Covid-19, os Estados Unidos ultrapassam, em números absolutos, a mortalidade registrada pela gripe espanhola, em 1918, informou nesta segunda-feira (20) a universidade Johns Hopkins.

O país norte-americano teve, até agora, mais de 42,1 milhões casos da doença desde o incío da pandemia. No mundo, são 219 milhões de diagnósticos confirmados e mais de 4,55 milhões de mortos. 


No Brasil, estimativas são de que 30 mil perderam a vida à época da gripe espanhola. No domingo (19), o país chegou a 590.752 mortos pelo coronavírus, conforme o Ministério da Saúde.