Vladimir Putin é registrado como candidato nas eleições presidenciais russas

Vladimir Putin é registrado como candidato nas eleições presidenciais russas

Nesta segunda-feira (29), a agência de notícias Interfax informou que o presidente russo, Vladimir Putin, foi oficialmente registrado como candidato para as eleições presidenciais que ocorrerão nos dias 15 e 17 de março na Rússia. Apoiadores esperam que Putin alcance um novo mandato de seis anos, o que o tornaria o governante mais longevo da Rússia desde o século XVIII.


O atual presidente, que controla o sistema político do país, praticamente garante sua vitória nas eleições. Em dezembro do ano passado, Putin anunciou sua intenção de concorrer à reeleição em 2024 durante uma cerimônia de condecoração a soldados no Kremlin, confirmada posteriormente pelo porta-voz do governo.


Aqueles que se opõem a Putin, como o candidato anti-guerra Boris Nadezhdin, têm até quarta-feira para reunir o número necessário de assinaturas para suas candidaturas. No entanto, dado o controle exercido por Putin sobre o sistema político russo, a vitória do atual presidente é praticamente assegurada.


Desde o início da guerra na Ucrânia, Putin intensificou sua repressão aos opositores, resultando na fuga ou prisão de muitos críticos de seu governo. Segundo as leis eleitorais russas, os candidatos devem apresentar um mínimo de 100 mil assinaturas de 40 ou mais regiões diferentes se forem indicados por um partido não representado na câmara nacional ou em pelo menos um terço das cúpulas regionais. Aqueles que concorrem de forma independente precisam de pelo menos 300 mil assinaturas de 40 ou mais regiões diferentes. Estes requisitos também se aplicam a Putin, que adotou diferentes estratégias ao longo dos anos, concorrendo como independente em 2018 e como candidato do partido Rússia Unida do Kremlin em 2012.

Plano 5G por R$ 57,99/mês Ver Plano