Vinicius Torres Freire / A repercussão do atentado a Bolsonaro na economia

Vinicius Torres Freire / A repercussão do atentado a Bolsonaro na economia
E agora vamos ao comentário de economia com Vinicius Torres Freire.
A notícia do atentado contra Jair Bolsonaro começou a circular às 16h09 na mídia. Às 16h10, a Bolsa de São Paulo começou a subir rapidamente, em disparada. O dólar começou a cair.
Em geral, essas reviravoltas acontecem porque surgiu uma notícia muito boa e muito inesperada para o mundo dos negócios.
Isto é, quando se sabe que aconteceu algo muito positivo para uma grande empresa brasileira, com ações na Bolsa. Ou quando se sabe que foi tomada uma decisão que favorece a melhoria das contas do governo.
Em tempos de eleições, isso acontece quando há notícia política que os donos do dinheiro consideram positiva para os negócios.
Quer dizer, quando um candidato que eles preferem sobe bem nas pesquisas. Ou quando um candidato da esquerda sofre um tropeço ruim.
O ataque terrível e homicida contra Bolsonaro era uma dessas notícias? Pelo menos seria uma notícia positiva em termos eleitorais, na opinião de investidores e credores do governo?
Até nesse aspecto é difícil dizer que fosse uma notícia positiva, por mais cínica que fosse a avaliação do ataque.
A notícia é ruim para a esquerda? É apenas um dos chutes possíveis. Bolsonaro teria mais chances, ao aparecer como vítima que de fato foi. Talvez aparecessem boatos culpando a esquerda.
Mas o ataque a Bolsonaro dificulta a vida de Alckmin, o candidato também tido como preferido do pessoal do mercado. Se Bolsonaro cresce e garante uma vaga no segundo turno, sobra apenas outra vaga. E, no segundo lugar da disputa, está tudo embolado entre Ciro Gomes, Marina Silva e, um pouquinho mais distante, Alckmin.
Logo, ficou difícil de entender a lógica da alegria do mercado com o horror de ontem. Assim como é muito difícil pensar as consequências do atentado, tanto na política como na economia. O que estamos vendo até agora é que o país, que já andava enlouquecido, ficou um pouco mais. Há atitudes meio destrambelhadas, como essa do mercado financeiro.
Até agora, o que dá para saber é que o atentado, uma desgraça em si, apenas ajuda a piorar os ânimos.

Assista ao Vídeo

Participe da nossa enquete

Na sua opinião quem é o culpado pela dívida bilionária que quebrou o estado de Minas Gerais?
Resultados