Vigilância Sanitária interdita 10 cabines de bronzeamento artificial em Patos de Minas após determinação da ANVISA

Vigilância Sanitária interdita 10 cabines de bronzeamento artificial em Patos de Minas após determinação da ANVISA

A Vigilância Sanitária de Patos de Minas tomou uma atitude enérgica para garantir a segurança e a saúde da população ao interditar 10 cabines de bronzeamento artificial em diversos estabelecimentos da cidade. A medida foi tomada após determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e da Secretaria Estadual de Saúde, que reforçam a proibição desses equipamentos em todo o território nacional.


As cabines de bronzeamento artificial são reconhecidas como nocivas à saúde e, portanto, são vetadas por lei federal e por resolução da ANVISA. De acordo com o órgão, a exposição aos raios ultravioletas emitidos por essas máquinas não possui um nível seguro estabelecido, o que coloca as pessoas em risco de desenvolver câncer de pele e outros problemas de saúde graves.


Após receber o ofício da Secretaria Estadual de Saúde, a Vigilância Sanitária de Patos de Minas agiu prontamente e realizou uma busca em estabelecimentos que ofereciam o serviço de bronzeamento artificial. Como resultado dessa fiscalização, 10 máquinas foram encontradas e imediatamente interditadas.


Todos os estabelecimentos que possuíam as cabines de bronzeamento artificial serão submetidos a processos administrativos para apuração das infrações e possíveis penalidades. A ação demonstra o compromisso das autoridades com a saúde pública e a proteção dos cidadãos contra práticas prejudiciais à sua integridade física.


Com essa ação preventiva e rigorosa, a Vigilância Sanitária de Patos de Minas reafirma seu comprometimento em garantir a segurança da população e combater práticas que coloquem em risco a saúde dos cidadãos. A interdição das cabines de bronzeamento artificial visa evitar danos à saúde da comunidade e conscientizar sobre os perigos associados a esses equipamentos proibidos.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque