Vídeo mostra que cachorro foi agredido por segurança do Carrefour, sofreu maus-tratos e morreu por falta de socorro

Vídeo mostra que cachorro foi agredido por segurança do Carrefour, sofreu maus-tratos e morreu por falta de socorro

Um vídeo divulgado pela ativista dos direitos dos animais, Luísa Mell, e pelo promotor de Justiça e professor de direito penal, Fernando Capez, mostra que o segurança do supermercado Carrefour, em Osasco (SP), teve envolvimento na morte do cachorro que causou enorme comoção e revolta nas redes sociais.


As imagens foram cedidas pelo próprio supermercado para ajudar nas investigações. De acordo com Capez, o vídeo mostra que o funcionário teria agredido o animal. “Está provado que o segurança bateu com um cano de alumínio no cachorro. O objeto tinha uma ponta cortante que feriu a perna do animal e fez com que ele perdesse muito sangue”, disse ao BHAZ.


Atenção: As imagens a seguir podem ser consideradas perturbadoras para algumas pessoas.




Ainda segundo o promotor, o cão permaneceu sangrando até a chegada da equipe de zoonoses. “A Equipe de Zoonoses de Osasco chegou ao local e usou uma enforcadeira no cachorro, sendo que, mesmo ferido, ele estava calmo, até que o animal desmaiasse. Após isso, o cachorro foi encaminhado para a Zoonoses de Osasco, onde morreu e foi cremado imediatamente”, conta.


Para Capez, o cachorro morreu por falta de socorro e por ter perdido sangue por muito tempo. “As imagens comprovam os maus-tratos por parte do segurança e da equipe da zoonose”, afirma o promotor.


Agora, o caso será investigado pela Delegacia da Polícia Civil de Osasco e pode ser enquadrado no art. 32 da Lei de Crimes Ambientais, que pode resultar em uma pena de três meses a um ano de prisão ou multa.