Varejistas pagam até R$ 2.500 por celular velho na compra de aparelho novo


Varejistas pagam até R$ 2.500 por celular velho na compra de aparelho novo

Para impulsionar o mercado de smartphones, empresas de varejo começaram a oferecer o serviço de troca de celulares. Funciona assim: o cliente leva o aparelho velho ao estabelecimento para avaliação, recebe um crédito de forma imediata e pode comprar um novo telefone com esse desconto. O crédito pode chegar a R$ 2.500.


Na rede Lojas Americanas, por exemplo, este é o valor máximo concedido de crédito, para a compra de um novo modelo na loja física ou no site.


Em fase de expansão, o serviço está disponível em mais de cem lojas da rede e leva em consideração as condições de uso, os eventuais danos e a situação geral do dispositivo, além das características básicas, como o modelo e o ano de fabricação.


[+] ESCOLHA AQUI O SEU SMARTPHONE NOVO


Na Amazon esta novidade é encontrada em alguns revendedores do marketplace. A gigante de vendas online também inovou ao lançar o GUIA DE COMPRAS DE CELULARES para orientar o consumidor a comprar o aparelho de acordo com as sua real necessidade.


Na rede Casas Bahia, o desconto pode ser usado não somente para comprar celulares, mas também para trocar o crédito por qualquer outro produto. Os valores também chegam a R$ 2.500. Mas, no caso da troca por um S10, da Samsung, o desconto mínimo é de R$ 1.300.


O aparelho usado não precisa ter sido comprado numa filial da Casas Bahia, desde que esteja em situação regular na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O crédito é gerado na hora, e o aparelho não precisa ter garantia ou acessórios, como carregadores e fones de ouvido, por exemplo.


Este serviço foi lançado pela Via Varejo — empresa que administra a marca — de forma pioneira, em 2017, como um incentivo para o descarte regular de itens eletrônicos.