TSE Julga Recurso Contra Governador de Minas Gerais por Suposto Abuso de Poder Político

TSE Julga Recurso Contra Governador de Minas Gerais por Suposto Abuso de Poder Político

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está prestes a julgar um recurso contra a decisão que rejeitou uma ação que acusa o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), e outros gestores de abuso de poder político durante as Eleições Gerais de 2022.


O recurso, apresentado pela coligação Juntos pelo Povo de Minas Gerais, incluindo PSD, PT, PCdoB, PV e PSB, contesta a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), que considerou improcedente a ação de investigação judicial eleitoral (Aije) que acusava o governador de divulgação de propaganda institucional em sites oficiais durante período vedado pela legislação eleitoral.


O caso está sob a relatoria do ministro Raul Araújo no TSE e estava na pauta da reunião da última quinta-feira (9/5), mas não chegou a ser apreciado pelo plenário.


Nas Eleições Gerais de 2022, Romeu Zema garantiu mais de 6 milhões de votos e foi reeleito para o comando do Executivo estadual, derrotando o ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), que somou cerca de 3,8 milhões de votos. O desfecho desse julgamento pode ter impactos significativos na política mineira.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque