TSE foi 'cabo eleitoral' de Lula, diz Bolsonaro em entrevista

TSE foi 'cabo eleitoral' de Lula, diz Bolsonaro em entrevista

O ex-presidente Jair Bolsonaro, em entrevista ao influenciador português Sérgio Tavares no sábado (3.fev.2024), afirmou que os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atuaram para eleger o presidente Luiz Inácio Lula da Silva "a qualquer preço". Bolsonaro expressou perplexidade em relação à vitória de Lula no pleito de 2022, destacando a atuação do Supremo Tribunal Federal (STF) na elegibilidade do ex-presidente.


"A Justiça brasileira, o Supremo Tribunal Federal tirou o Lula da cadeia e depois o tornou elegível. E, depois, o Supremo Tribunal Federal, que 3 dos seus ministros compõem o Tribunal Superior Eleitoral, também trabalharam lá fazendo gestões para eleger Lula a qualquer preço", declarou Bolsonaro.


O ex-presidente, conhecido por questionar a celeridade do sistema eleitoral brasileiro, não apresentou provas de supostas irregularidades. No entanto, auditorias anteriores reforçam a segurança das urnas eletrônicas.


O Tribunal Superior Eleitoral é composto por 3 ministros do STF, 3 do STJ (Supremo Tribunal de Justiça) e 2 advogados indicados pelo Supremo. Durante as eleições presidenciais de 2022, os ministros do STF que atuaram no TSE foram Alexandre de Moraes, presidente do TSE, Edson Fachin, vice-presidente, e Ricardo Lewandowski. O debate sobre a integridade do sistema eleitoral continua, enquanto Bolsonaro levanta questionamentos sobre o processo eleitoral.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR