TSE abre investigação sobre condutas de Bolsonaro no 7 de Setembro

TSE abre investigação sobre condutas de Bolsonaro no 7 de Setembro

O ministro Benedito Gonçalves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu abrir uma investigação nesta sexta-feira (9) para apurar a conduta do presidente Jair Bolsonaro (PL) e seu candidato a vice, general Braga Netto. Eles são acusados de usar os eventos do 7 de Setembro para promover campanha eleitoral.


O ministro é corregedor-geral eleitoral e determinou que os dois sejam chamados para apresentar defesa no prazo de 5 dias. "Em primeira análise, a petição inicial preenche os requisitos de admissibilidade", afirmou.


A decisão foi tomada na ação de investigação apresentada pelo PDT, cujo candidato à Presidência é Ciro Gomes. A sigla acionou o TSE um dia após as manifestações do Bicentenário da Independência, que reuniram apoiadores do presidente com cartazes falando de golpe e intervenção militar.


O PDT apontou abuso de poder político e econômico no desfile cívico-militar com uso de dinheiro público “apenas para satisfazer os interesses da campanha eleitoral”.