Três pessoas morrem e cinco ficam feridas após bobina de aço soltar de caminhão e atingir carros em Salinas, MG

Três pessoas morrem e cinco ficam feridas após bobina de aço soltar de caminhão e atingir carros em Salinas, MG
Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Três pessoas morreram e cinco ficaram feridas em um acidente na noite, deste sábado (10), na BR-251, km 176, próximo a Salinas. Segundo o Corpo de Bombeiros, testemunhas disseram para os militares que um condutor de uma carreta carregada de bobinas de aço, estava drogado e alcoolizado fazendo manobras perigosas na via e uma das cargas se soltou e atingiu carros de passeio.


As testemunhas disseram ainda que a carreta seguia sentido Montes Claros para Salinas e dentro dela, estava o motorista acompanhado de uma mulher e os dois discutiam. Outros caminhoneiros afirmaram que advertiram o motorista por diversas vezes pelo rádio, mas que ele estaria embriagado e sob efeito de maconha.


Após algumas manobras arriscadas a carga do caminhão se soltou e atingiu dois carros. Um deles, uma caminhonete onde estavam as três pessoas mortas que ficaram presas às ferragens e outras duas vítimas, um homem e a filha dele, de dez anos.


No segundo veículo, que caiu em uma ribanceira com as rodas para cima, estava um homem que ficou preso às ferragens e fraturou o fêmur. Já o condutor do caminhão, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) perdeu dedos da mão e foi socorrido em estado grave. A companheira dele, sofreu apenas ferimentos leves. Todas as vítimas foram encaminhadas para hospitais de Salinas e Taiobeiras.


As idades das vítimas e as placas dos veículos ainda não foram divulgadas. A PRF informou ainda que o resultado do teste do bafômetro realizado no caminhoneiro foi de 0,16 mg/l, o acidente ocorreu por volta das 21h, após o trevo de Padre Carvalho e a pista ficou interditada até às 3h da madrugada deste domingo. Além disso, uma equipe deve voltar ao local para vistoriar a cabine em busca de outros detalhes do acidente. 


De acordo com os bombeiros o resgate durou cerca de 4h e contou ainda com equipes do Samu, Polícia Rodoviária Federal, perícia da Polícia Civil, guinchos, funerária e ajuda de caminhoneiros que passavam pela via.

[VEJA TAMBEM...] Empresa líder do segmento oferece a oportunidade de você ter a sua própria corretora de seguros e consórcios