Suspeitos de torturar e matar homem em 'tribunal do crime' vão a júri popular em Alfenas, MG

Suspeitos de torturar e matar homem em 'tribunal do crime' vão a júri popular em Alfenas, MG

Quatro homens acusados de envolvimento na tortura e assassinato de um homem em Alfenas vão a júri popular nesta quinta-feira (2). O crime aconteceu em maio de 2019. Segundo a polícia, Ueslei Vitor Portugal, 29 anos, foi submetido ao chamado “tribunal do crime”. O julgamento teve início às 8h30, no fórum de Alfenas.


Os suspeitos são acusados de homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, impossibilitar a defesa da vítima e meio cruel, além de ocultação de cadáver e organização criminosa.


O crime


O corpo de Ueslei foi encontrado no bairro Jardim São Carlos, em Alfenas (MG). O corpo foi encontrado após a Polícia Civil abrir investigações sobre um vídeo que estava circulando nas redes sociais com a possível tortura e execução da vítima. Conforme a polícia, o crime estaria relacionado com um suposto estupro ocorrido na cidade.


Segundo a polícia, o homem morava em um conjunto de prédios próximo à área rural onde foi morto. Segundo a Polícia Civil, a vítima foi submetida ao chamado “tribunal do crime”. No vídeo, com imagens fortes, é possível ouvir a conversa entre os envolvidos e a vítima.


A polícia acredita que a morte tenha sido um acerto de contas entre membros de facções criminosas. Os homens que participam da ação no vídeo são apontados como membros de uma facção.