Suspeito de matar pré-candidato a vereador em Ituiutaba é preso; presidente da Câmara é investigado


Suspeito de matar pré-candidato a vereador em Ituiutaba é preso; presidente da Câmara é investigado

Um suspeito de ter atirado e matado o dono de um mototáxi que era pré-candidato a vereador em Ituiutaba foi preso na manhã desta segunda-feira (26) na cidade. O crime ocorreu no dia 10 de junho deste ano, no estabelecimento da vítima. Segundo a Polícia Civil, o presidente da Câmara de Ituiutaba, Francisco Tomas de Oliveira, o Chiquinho, também foi conduzido à delegacia para ser ouvido. Ele é investigado como o mandante do homicídio contra Leandro de Lima Xavier.


De acordo com a polícia, diante das investigações, a Justiça expediu um mandado de prisão temporária contra Ronair Barboza Teixeira, que não teve idade divulgada, e quatro mandados de busca e apreensão. Três deles foram cumpridos em endereços de Chiquinho.


Foram apreendidos R$ 97.470, celular e uma arma de fogo calibre 38 com munições intactas. Durante a abordagem, Chiquinho estava com uma pistola de 9 mm com 19 munições. Segundo a polícia, a arma é registrada, mas o investigado não tem autorização para porte. O parlamentar foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos.


Entenda o caso


Um homem, de 34 anos, foi morto a tiros, na noite do dia 10 de junho, dentro de um estabelecimento de mototáxi no Bairro Alcides Junqueira, em Ituiutaba. Câmeras de segurança filmaram a chegada do atirador.


De acordo com a Polícia Militar (PM), o crime ocorreu por volta das 21h e a vítima já estava sem sinais vitais quando a guarnição chegou ao local. Ainda assim, o homem foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o pronto-socorro municipal, onde foi constatado o óbito.


Ainda segundo a PM, o sistema de câmeras de segurança flagrou o momento em que o atirador chega ao local em uma motocicleta, entra no estabelecimento e efetua cerca de cinco disparos. Em seguida, ele fugiu em direção ao Bairro Novo Tempo II.