Sargento Olímpio, militar mais velho de Minas Gerais, morre aos 112 anos em Manga-MG


Sargento Olímpio, militar mais velho de Minas Gerais, morre aos 112 anos em Manga-MG

O sargento Olímpio Martins Pires, de 112 anos, militar mais velho da reserva da Polícia Militar de Minas Gerais, morreu, na noite dessa sexta-feira (16), em casa, na cidade de Manga, no Norte de Minas Gerais. O policial participou da Revolução de 1930.


Segundo familiares, a morte foi natural. "Há cerca de 15 dias, ele estava tomando soro e sendo medicado em casa. Ontem, por volta das 20h30, a respiração do meu avô foi ficando fraca e ele faleceu em casa na presença de filhos, netos e bisnetos", contou Valéria Martins Araújo, de 31 anos, uma das netas do sargento.


Atualmente, o policial morava com três filhos e três cuidadoras. Olímpio ficou viúvo há dois anos, quando a companheira faleceu aos 95 anos. Ele deixa oito filhos.


"Ele estava lúcido, brincava, contava algumas histórias Dizia que perdeu muitos amigos na Revolução, passava fome. Quando chegou a Manga, não tinha viatura, as diligências eram realizadas a cavalo. Em agosto, ele completou 112 anos e foi uma comemoração mais em família, mas fizemos uma live para homenagens", detalhou a neta.


Segundo ela, o velório começou na madrugada deste sábado (16) na casa do sargento e são tomadas medidas de prevenção ao Coronavírus para que familiares e outros moradores possam se despedir do senhor Olímpio.


O sepultamento está marcado para às 17h no Cemitério Central.