Santana do Paraíso faz apelo para moradores receberem os recenseadores do IBGE

Santana do Paraíso faz apelo para moradores receberem os recenseadores do IBGE

Há 10 anos, o município registrou cerca de 27 mil habitantes


Há quase duas semanas os recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) começaram os trabalhos em Santana do Paraíso, mas ainda há resistência de alguns moradores em recebê-los, segundo a agente censitária municipal, Maria de Lourdes Sousa Costa. “A gente gostaria de deixar esse recado que o IBGE corresponde a um órgão federal e não tem nada a ver com política, embora facilite as verbas que vêm para a cidade. Cada dado é importante para o Brasil e para o município”, afirmou. 


O Censo 2022 tem o objetivo de atualizar a quantidade de habitantes, possibilitando que novas estratégias de desenvolvimento sejam traçadas de acordo com a realidade de cada cidade. Em 2010, último censo realizado, foram contabilizadas 27.258 pessoas. No ano de 2000, o registro foi de 18.155, ou seja, em 10 anos houve um crescimento de 50,14%.


Neste ano, a coleta de dados tem previsão de terminar em 31 de outubro. No município, estão trabalhando 24 recenseadores que passam de casa em casa durante o dia, entre 8h e 18h. Todos estão devidamente uniformizados com colete contendo a sigla do IBGE, boné e crachá com QR Code, que serve para o morador comprovar a identidade do agente.




Todos os recenseadores estão devidamente uniformizados e identificados


“O município recebe recurso de acordo com a sua população. Então, se a população não for contada, esse recurso vai para outra cidade, e aí vai faltar dinheiro para a limpeza pública, operação tapa-buraco, unidades de saúde, e construção de creches e escolas. Então, é muito importante que a gente melhore a arrecadação do município, porque esse dinheiro vai voltar para o próprio cidadão”, destacou o prefeito Bruno Morato.


O trabalho do recenseador depende da ação do supervisor, que é responsável por fazer o mapeamento das ruas, ou seja, caso tenham surgidos novas vias elas serão incluídas no planejamento. Após esse diagnóstico, o sistema escolhe, automaticamente, os moradores que responderão a dois tipos de questionários. Caso o morador não esteja em casa, o agente deixará um bilhete informando o telefone de contato para agendar uma visita. Não há a possibilidade da entrevista ser por telefone.


2022-8-12 10:41 pm Cidades 1159 0 0