Salomão Alvarenga presidirá a Cemig

Salomão Alvarenga presidirá a Cemig

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) tem novo presidente. Mauro Borges, ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior da gestão Dilma Rousseff, que comandava a concessionária mineira desde o início do governo Fernando Pimentel, foi destituído nesta quarta-feira do cargo durante reunião do conselho de Administração da empresa. Em seu lugar assume o engenheiro eletricista Bernardo Afonso Salomão Alvarenga, que trabalhou na Cemig por 31 anos e ocupou cargo de diretor durante a gestão do então governador Aécio Neves (PSDB).


Mudanças em outras áreas de comando da concessionária também foram feitas. A diretoria de Finanças e Relações com Investidores foi trocada, da mesma forma. No lugar de Fabiano Maia Pereira assume o vice-presidente Paulo Castellari. O novo presidente não tem ligação com partidos políticos e é tido como um técnico atuante há muitos anos no mercado de geração e transmissão de energia.


Salomão Alvarenga assume a Cemig em um momento difícil, – de queda da receita e endividamento elevado – com a missão de melhorar a situação financeira da companhia. A Cemig fechou o segundo trimestre deste ano com uma queda de 62,2% do lucro líquido em relação ao apurado no mesmo período de 2015. A receita da empresa caiu 11,8%, na comparação com o segundo trimestre do ano passado.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque