Relatos de que Khashoggi foi dissolvido em ácido precisam ser analisados, diz vice-presidente turco

Relatos de que Khashoggi foi dissolvido em ácido precisam ser analisados, diz vice-presidente turco

ANCARA (Reuters) - Relatos de que o corpo do jornalista saudita assassinado Jamal Khashoggi foi dissolvido em ácido precisam ser investigados, disse o vice-presidente da Turquia, Fuat Oktay, nesta segunda-feira.


Oktay disse à agência de notícias turca Anadolu que já é sabido que Khashoggi, que desapareceu dentro do consulado da Arábia Saudita em Istambul no dia 2 de outubro, foi alvo de um assassinato premeditado.


"A questão agora é quem deu as ordens. É isso que estamos tentando responder agora", disse. "Outra questão é onde o corpo está... Há relatos de que o corpo foi dissolvido com ácido agora. Todos esses precisam ser examinados".


(Reportagem de Tuvan Gumrukcu)