PT do Vale do Aço aposta nos velhos quadros para tentar voltar ao poder nas principais cidades


PT do Vale do Aço aposta nos velhos quadros para tentar voltar ao poder nas principais cidades

A renovação dos quadros políticos que marcou as últimas eleições em boa parte do Brasil não parece ser uma preocupação do Partido dos Trabalhadores (PT), pelo menos se forem considerados os nomes apresentados para disputar nas principais cidades do Vale do Aço.


Em Ipatinga, a sigla escolheu o ex prefeito e ex-deputado João Magno de Moura. Chico Simões vai concorrer de de novo, na cidade de Coronel Fabriciaco. E ainda tem Zizinho Duarte, que foi prefeito da cidade de Santana do Paraíso concorrendo novamente.


Os nomes precisam ser ainda homologados nas convenções municipais que acontecerão em agosto.


Estratégia não foi escolhida ao acaso


Um estudo feito pelo cientista político e professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Felipe Nunes, indica que a estratégia petista não é infundada. Ele afirma que pesquisas recentes têm apontado uma mudança de percepção do eleitorado em relação à renovação da política. “Nas pesquisas que nós temos feito, é cada vez maior o número de pessoas que preferem ter um político responsável e com capacidade de gestão, e já com experiência, do que ter alguém simplesmente novato e de fora da política”, disse.


Para ele, a mudança na tendência de voto em relação ao que vinha sendo observado desde 2016 está intrinsecamente relacionada à forma como a sociedade tem assimilado as respostas dadas pelos governantes à pandemia de coronavírus.