Prefeito de Ubaporanga irá a júri popular por tentativa de homicídio contra vereador


Prefeito de Ubaporanga irá a júri popular por tentativa de homicídio contra vereador

O prefeito de Ubaporanga (MG), Gilmar de Assis Rodrigues (Cidadania), irá a julgamento popular após ser preso suspeito de tentativa de homicídio com o presidente da Câmara Municipal, Jorge Siqueira de Rezende (PV). A decisão foi publicada este mês pelo Juiz de Direito Cleiton Luis Chiodi, da 3ª Vara Criminal e do Tribunal do Júri da Comarca de Caratinga (MG).


Ainda segundo o Juiz, o prefeito permanecerá preso até o julgamento, que ainda não tem data marcada. Gilmar foi preso em maio deste ano pela Polícia Civil. Um Juiz de Direito havia determinado uma medida de isolamento entre suspeito e vítima, porém o Ministério Público entrou com o pedido de prisão preventiva.


Em nota, a defesa do prefeito disse que foi injusta a decisão do Juiz, já que, segundo o advogado, não há indícios de crime contra a vida. "A defesa considera que inquérito policial foi conduzido com parcialidade e faz um alerta para o risco de um grupo político vir a se aproveitar da situação para obter vantagem nas eleições vindouras", afirmou. Por fim, a defesa disse que irá recorrer da decisão.