Prefeito de Ladainha decreta estado de calamidade pública por causa do surto de febre amarela

Prefeito de Ladainha decreta estado de calamidade pública por causa do surto de febre amarela

A Prefeitura de Ladainha, na região do Vale do Mucuri, decretou estado de calamidade pública em decorrência dos casos de febre amarela na cidade. A medida foi assinada nessa segunda-feira (9) pelo prefeito Walid Nadir Oliveira (PSDB) e entrou em vigor nesta terça-feira (10).


“Está todo mundo desesperado na cidade, sem saber o que fazer”, disse Walid Oliveira. Segundo o prefeito, o decreto de calamidade permite agilizar a adoção de medidas urgentes no município. Entre as ações planejadas pelo executivo, estão a ampliação da oferta de vacinas nas zonas rurais da cidade e o aumento das equipes de saúde do município. “Com esse decreto, nós queremos fazer tudo que for possível para prevenir os casos”, diz Oliveira.


Segundo o prefeito, Ladainha já registra dez óbitos por febre amarela que estão pendentes de confirmação por parte da Secretaria de Estado de Saúde (SES), além de outras dezenas de casos suspeitos da doença.

O prefeito afirma ainda que o surto pegou a cidade desprevenida. “Não imaginávamos que poderia ser febre amarela. Notamos que nas matas da cidade muitos macacos estavam aparecendo mortos, mas foi apenas de sábado para cá que constatamos a doença”, conta.


Além do reforço na vacinação, o prefeito também planeja adotar medidas para garantir o restabelecimento do estoque de medicamentos e equipamentos médicos do município para o tratamento dos doentes.


A situação de calamidade pública em Ladainha permanecerá em vigor pelos próximos 90 dias, com possibilidade de prorrogação pelo mesmo período de tempo. Com a medida, Oliveira fica “autorizado a editar medidas de urgência voltadas ao imediado restabelecimento de regularidade no atendimento aos munícipes, inclusive com solicitação junto aos governos estadual e federal com apoio logístico e material e financeiro".


Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Saúde afirma que aguarda o retorno de uma equipe técnica para divulgar informações relativas ao município.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque