Polícia prende homem suspeito de usar nomes de políticos para aplicar golpes



Segundo a investigação, o suspeito de Porto Alegre usava número de documentos de terceiros para adquirir diversos tipos de serviços desde 2018. Nesse período foram mais de 30 pessoas lesadas, que eram cobradas por dívidas que nunca fizeram. Entre as vítimas está o presidente do STF, Dias Toffoli, e o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.

Confira nas multiplataformas do Jornal da Record os quatro boletins diários que vão ao ar também na Record TV e ainda uma versão exclusiva para o digital.

#JornaldaRecord #Jornalismo #GolpeNomeDePoliticos