PM prende jovem de 18 anos suspeito de vender cartões de crédito em Santa Luzia


PM prende jovem de 18 anos suspeito de vender cartões de crédito em Santa Luzia

Em um endereço conhecido como ponto de drogas no bairro Bom Destino, em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, a Polícia Militar (PM) prendeu um jovem de 18 anos suspeito de clonar cartões de crédito e vendê-los, falsificar documentos e traficar substância ilícita.


Ele acabou detido no instante em que recebia pelos Correios uma remessa com cartões de crédito que havia recém-pedido a diferentes bancos. Além de 37 cartões, foram recolhidas barras e buchas de maconha no endereço do suspeito à rua das Mangabeiras, além de uma arma de fogo e uma balança de precisão.


Segundo o boletim de ocorrência, militares receberam uma denúncia de que na residência do suspeito – do lado de um ponto de drogas no bairro Bom Destino – estaria ocorrendo falsificação de documentos e clonagem de cartões. Logo que chegaram no endereço indicado, policiais perceberam que o rapaz havia acabado de receber uma entrega, e encontraram com ele inúmeros envelopes.


O jovem, àquele momento, alegou que não sabia o conteúdo da entrega, e no interior dos envelopes os militares acharam cartões de crédito com dados de diferentes pessoas.


Em busca à residência, foram encontrados mais cartões – a apreensão garantiu a retirada de 37 cartões falsificados do mercado. Também foram achadas duas barras de maconha, buchas contendo a mesma substância tóxica, anotações com dados pessoais diferentes, inúmeros chips telefônicos e um revólver calibre 32.


A entrega era sempre feita no nome do dono da residência, um homem de 25 anos que não foi detido pela PM, apesar de ter sido qualificado também como autor. Todos os 37 cartões recolhidos no imóvel continham dados diferentes. A ocorrência seguiu para a delegacia de plantão da Polícia Civil em Santa Luzia.