PGR Apela Contra Decisão do STF que Permitiu Remoção da Tornozeleira Eletrônica em Bicheiro do RJ

PGR Apela Contra Decisão do STF que Permitiu Remoção da Tornozeleira Eletrônica em Bicheiro do RJ

A Procuradoria-Geral da República (PGR) interpôs recurso nesta sexta-feira (19) contra a decisão do ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), que concedeu autorização para o bicheiro Rogério Andrade remover a tornozeleira eletrônica.


No dia 16 de abril, Nunes Marques deferiu um requerimento da defesa do contraventor, permitindo a retirada da tornozeleira e o fim da medida de recolhimento noturno. Os advogados argumentaram que Rogério Andrade seguiu as restrições estabelecidas pelo sistema judicial e não infringiu o monitoramento realizado pela tornozeleira eletrônica.


Rogério Andrade foi detido em agosto de 2022, posteriormente liberado no mesmo ano e, atualmente, está em liberdade enquanto aguarda o desenrolar do processo. Ele enfrenta acusações de corrupção ativa, lavagem de dinheiro e liderança de uma organização criminosa envolvida em jogos de azar na Zona Oeste do Rio.


Em novembro do ano anterior, Rogério Andrade recorreu ao STF depois que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou sua solicitação em outubro. Ele é sobrinho de Castor de Andrade, uma figura conhecida no mundo do jogo do bicho no Rio de Janeiro.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR

Em Destaque