Pesquisa Ipec: cresce reprovação ao governo Lula

Pesquisa Ipec: cresce reprovação ao governo Lula

Pesquisa Ipec divulgada nesta quinta-feira (7/12) revelou que a reprovação ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT), está em ascensão, alcançando 30% de desaprovação.


Em comparação com a pesquisa anterior, realizada em setembro, houve um aumento significativo na taxa de reprovação, que subiu de 25% para os atuais 30%. Esse resultado sinaliza uma crescente insatisfação entre os entrevistados em relação à administração do ex-presidente.


A pesquisa também indicou que 30% dos entrevistados consideram o governo de Lula como regular. Em relação à avaliação positiva, houve uma variação negativa de 2 pontos percentuais, caindo de 40% para 38%. Entre os entrevistados que não souberam ou não responderam à pesquisa, esse número foi de 2%.


Os dados foram obtidos a partir de entrevistas com 2 mil eleitores em 128 municípios brasileiros, realizadas entre 1º e 5 de dezembro, com uma margem de erro de dois pontos percentuais.


Avaliação por Grupos


A pesquisa também analisou a avaliação do governo Lula por diferentes grupos de eleitores. Os resultados apontam que a reprovação é mais expressiva entre os eleitores que votaram em Bolsonaro em 2022, atingindo 61%. Além disso, entrevistados com renda mensal superior a cinco salários mínimos (48%), moradores da região Sul (39%), pessoas com maior grau de escolaridade (40%), aqueles que se identificam como brancos (37%), e os evangélicos (37%) também demonstram maior descontentamento em relação ao governo Lula.


O levantamento também revelou que o índice de pessoas que aprovam a forma como o país é governado caiu de 56% para 51%. Por outro lado, 43% dos entrevistados reprovam a maneira como Lula governa o Brasil, um aumento em relação aos 39% registrados na pesquisa anterior. Um total de 6% dos entrevistados não souberam ou não responderam a essa questão.


Essa pesquisa reflete a crescente polarização de opiniões dentro da população brasileira em relação ao governo de Luiz Inácio Lula da Silva, com uma clara tendência de aumento na desaprovação.

Participe da nossa enquete

Na sua opinião quem é o culpado pela dívida bilionária que quebrou o estado de Minas Gerais?
Resultados