Perrella se licencia da presidência do Conselho do Cruzeiro para se dedicar ao futebol


Perrella se licencia da presidência do Conselho do Cruzeiro para se dedicar ao futebol

Zezé Perrella não é mais presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro. Em nota, o clube informou que, agora, o dirigente irá se dedicar exclusivamente ao cargo de gestor do futebol.


De acordo com o Cruzeiro, a mudança faz parte de um “projeto de reconstrução” do clube.


Com Perrella licenciado do cargo, José Dalai Rocha assume a presidência do Conselho Deliberativo do Cruzeiro. Os secretários serão Paulo Roberto Sifuentes e Waldeyr Estevão de Paula.


Após a demissão de Itair Machado, no dia 10 de outubro, o Cruzeiro criou um Conselho Gestor para administrar o clube e Zezé Perrella foi colocado à frente do futebol como gestor. Desde então, ele vinha acumulando os dois cargos.


Nesta terça-feira pela manhã, um grupo de conselheiros e sócios do Cruzeiro enviaram um novo pedido à Zezé Perrella, então presidente do Conselho Deliberativo, para convocar uma Assembleia Geral Extraordinária para discutir o afastamento imediato por 120 dias do presidente, Wagner Pires de Sá, do vice-presidente administrativo, Hermínio Lemos, e do 2º vice-presidente, Ronaldo Granata. A votação, inicialmente prevista para outubro, foi suspensa por Perrella em função do possível - e já confirmado - rebaixamento do time celeste à Série B do Campeonato Brasileiro.


Uma carta com 20 páginas foi assinada pelos 161 representantes do clube, dos quais, segundo a assessoria de imprensa do Cruzeiro, 72 têm direito a voto. A intenção do grupo é que o Conselho Gestor, que já atua ao lado de Wagner, assuma o clube imediatamente.


Confira a nota divulgada pelo Cruzeiro:


No sentido de implantar o projeto de Reconstrução do CRUZEIRO EC, Zezé Perrella está se licenciando da presidência do conselho do Clube e passa a se dedicar exclusivamente ao cargo de Gestor de Futebol do Cruzeiro.


José Dalai Rocha assume a presidência do conselho secretariado por Paulo Roberto Sifuentes e Waldeyr Estevão de Paula.