Perrella acredita em Avaí 'turbinado' financeiramente para enfrentar Cruzeiro


Perrella acredita em Avaí 'turbinado' financeiramente para enfrentar Cruzeiro
Em todo fim de temporada volta a discussão ética em torno da chamada “mala branca”, o incentivo financeiro para que jogadores entrem mais dispostos a ganhar um jogo. Em entrevista à Rádio Itatiaia veiculada neste domingo, o gestor de futebol do Cruzeiro, Zezé Perrella, afirmou acreditar que pode ser o caso do Avaí, que enfrenta o Cruzeiro nesta segunda-feira (18), às 20h, no Mineirão, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Último colocado, com 17 pontos, o time catarinense está virtualmente rebaixado para a Série B e não tem qualquer pretensão em termos de tabela. Uma vitória do Leão, no entanto, pode beneficiar adversários da equipe celeste na luta contra a degola. A Raposa está em 17º lugar, com 35 pontos.


“O Avaí vem aí sem compromisso nenhum. E você pode estar certo de que ele vem turbinado com algumas coisas que alguns clubes já estão oferecendo aí. Isso existe, não há como negar. Não parte nem dos clubes. Um empresário que adora o time dele e tem dinheiro chega perto do capitão e fala ‘tem 100 mil para vocês não perderem’, ou seja, para eliminar o Cruzeiro. Não digo para você que parta de dinheiro do clube, mas dinheiro de pessoas no entorno do clube”, afirmou.


Perrella criticou o desempenho cruzeirense, que está invicto há dez duelos, mas empatou sete. “Eu acredito piamente que o Cruzeiro não caia, mas que é preocupante [a situação no Brasileiro], óbvio que é. Não estamos praticando um futebol melhor do que estão praticando os outros na mesma situação. Estamos empatando muito. O Cruzeiro perdeu dois jogos no Mineirão, para Bahia e Fortaleza, que eram jogos que a gente tinha a necessidade de vencer”, analisou.