Padrasto que obrigou enteado de 8 anos a comer mato e brita é indiciado em Uberlândia

Padrasto que obrigou enteado de 8 anos a comer mato e brita é indiciado em Uberlândia

A Polícia Civil de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, indiciou um homem de 40 anos pelo crime de tortura após obrigar seu enteado de 8 anos a comer mato e brita. A agressão teria sido desencadeada pelo pedido da criança por mais comida após o almoço. A mãe, de 34 anos, também foi indiciada por omissão, pois presenciou toda a ação.


O incidente, ocorrido em 12 de fevereiro no estacionamento do prédio onde moram, foi registrado por um vizinho que denunciou o caso à polícia. As imagens revelam o homem pegando mato do canteiro e ordenando que o enteado ingerisse. Diante da recusa, o padrasto agrediu a criança e a forçou a mastigar o material, posteriormente obrigando-a a comer britas, com novas agressões quando resistiu.


O vizinho relatou que a mãe, a princípio, negou os fatos, mas confessou após assistir às imagens. O padrasto também assumiu as agressões, justificando irritação com o pedido de mais comida. Ambos foram presos em flagrante e afirmaram ser usuários de drogas. O menino foi encaminhado para uma casa de acolhimento da cidade.

Siga o Instagram do Portal Minas SEGUIR