Operação do MP prende suspeitos de esquema de furto e venda de gasolina da Petrobras

Operação do MP prende suspeitos de esquema de furto e venda de gasolina da Petrobras

Onze pessoas foram presas em Minas Gerais, no interior de São Paulo e na Bahia suspeitas de participar de um esquema de furto e venda de gasolina da Petrobras. As prisões foram feitas na manhã desta quinta-feira, na "Operação Bandeira Suja" executada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), com apoio das polícias de São Paulo e da Bahia.


A estimativa é de que 40 mil litros de gasolina pura estavam sendo furtados por semana. O prejuízo calculado pela Petrobras em cinco meses de investigação é de R$ 3,8 milhões. De acordo com o MP, foram apreendidos veículos de luxo, caminhões utilizados no transporte do combustível furtado, uma aeronave e uma arma de fogo. 


Em Minas, as prisões aconteceram nas cidades de Mário Campos e Contagem, na Grande BH e em São Lourenço, no Sul do Estado. Um dos chefes da organização criminosa foi preso em um resort de luxo na Bahia. Ele é dono de duas empresas de transporte em Paulínia. Também foram detidos dois donos de uma rede de cinco postos de combustível.  Em Minas, o combustível era furtado na Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 


A suspeita é de que uma organização criminosa com ramificação interestadual comandava o esquema. De acordo com o MP, ex-funcionários da Petrobrás estão envolvidos. Eles furtavam a gasolina da Refinaria Gabriel Passos (Regap) por meio de dutos que foram instalados estrategicamente. O combustível era armazenado em caminhões-tanque e transportado para o Sul de Minas Gerais, sendo vendido posteriormente por uma rede de postos nas cidades de São Lourenço, Pouso Alegre e Elói Mendes. 


Amostras do solo e da vegatação dos locais de armazenamento foram recolhidas por peritos e serão submetidos a exames laboratoriais para verificar se houve contaminação e quais são os riscos para a poupulação .Os suspeitos serão denunciados pela prática de organização criminosa, pelos furtos e por sonegação fiscal.

Participe da nossa enquete

Na sua opinião quem é o culpado pela dívida bilionária que quebrou o estado de Minas Gerais?
Resultados