Ônibus é incendiado perto da penitenciária Nelson Hungria; este é o sexto coletivo em setembro


Ônibus é incendiado perto da penitenciária Nelson Hungria; este é o sexto coletivo em setembro

Um ônibus foi incendiado ao lado da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na noite desse sábado (26). A polícia ainda procura pelos suspeitos que atearam fogo no coletivo na Estrada Velha de Neves, rua que dá acesso ao muro da cadeia. Este é o sexto coletivo incendiado só no mês de setembro.


De acordo com a Polícia Militar, testemunhas disseram que dois homens encapuzados renderam o motorista e atearam fogo no coletivo da linha 302 C. O veículo ficou totalmente destruído. 


Durante a ocorrência, cerca de 50 mulheres, familiares de detentos, fizeram protesto no local, soltando foguete, gritando palavras de ordem e inclusive tentaram incendiar pneus, situação que foi controlada pelos militares. Os parentes dos presos não concordam com as novas regras impostas pelo Estado para a visitação dos internos, que foram estipuladas devido a pandemia do novo coronavírus. Neste fim de semana as visitas foram retomadas no local. 


Populares disseram que presos fizeram um motim dentro da cadeia. Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) informou que a situação foi controlada pelo Corpo de Bombeiros e que, até o momento, não foi identificada a relação entre o incêndio e o sistema prisional.  A Sejusp também negou a informação de motim dentro do presídio.


A polícia investiga se os ônibus incendiados têm ligação com detentos que estão na Penitenciária Nelson Hungria. 


Segundo o tenente Francisco Lobo, coordenador do policiamento do 18º Batalhão, um homem que estava com um fogo de artifício foi preso depois de disparar o artefato contra os policiais, por oferecer risco a integridade dos militares. 


2020-9-27 11:55 am Minas Gerais 220 0 0