OMS: Segunda onda mais mortal de coronavírus pode atingir a Europa no inverno


OMS: Segunda onda mais mortal de coronavírus pode atingir a Europa no inverno

O diretor da OMS (Organização Mundial de Saúde) na Europa, Hans Kluge, disse em entrevista ao jornal britânico "The Telegraph", que o continente pode sofrer uma segunda onda - ainda mais mortal -  de infecções pelo novo coronavírus no próximo inverno.


Kluge ainda fez um um alerta para os países que começaram a relaxar restrições para o convívio social. "Agora é hora de se preparar, não de celebrar", afirmou o diretor da OMS salientando que a queda no número de casos de Covid-19 em países como Reino Unido, França e Itália não significa que a pandemia caminha para um fim. O epicentro europeu das infecções está agora concentrado no leste do continente, com aumento de casos na Rússia, Ucrânia, Cazaquistão e Bielorrússia. 


"Os países devem passar esse momento com sabedoria e começar a fortalecer os sistemas públicos de saúde, além de capacitar hospitais, unidades básicas de saúde e unidades de terapia intensiva", observou e ainda citou como exemplo os casos de Cingapura e Japão que, segundo ele, entenderam desde o início que este não é um momento de comemoração, mas de preparação.


"É o que os países escandinavos estão fazendo, eles não excluem uma segunda onda, mas esperam que ela seja localizada e que possam passar por ela rapidamente", ressaltou.


Confira a entrevista completa neste link.