Nasa cria colar inteligente para frear transmissão do novo coronavírus


Nasa cria colar inteligente para frear transmissão do novo coronavírus

A Agência Espacial Norte Americana (NASA) desenvolveu um mecanismo para fortalecer o combate ao Coronavírus. Trata-se de colar inteligente com objetivo de frear a transmissão e que pode ser produzido a baixo custo até mesmo por iniciantes, como informou a empresa. 


Denominado Pulse, o dispositivo funciona de forma bem simples: ele emite uma vibração quando a pessoa aproxima as mãos dos olhos, do nariz ou da boca. De acordo com a descrição da desenvolvedora, quanto mais próximas as mãos estiverem do rosto, mais fortes ficarão as vibrações. O propósito do produto é proteger os principais canais de entrada do coronavírus no corpo, como olhos, nariz e boca, já que a pessoa pode ter tocado em uma superfície infectada sem saber.


O produto conta com um sensor de profundidade infravermelho coberto por uma capa transparente impressa em 3D. Ao detectar qualquer movimento em até 12 polegadas (cerca de 30,5 centímetros) de distância da face do usuário, um motor de vibração é acionado, alertando para o perigo de contaminação.


O manual que indica o passo a passo da construção e os materiais necessários foi distribuído gratuitamente pela Nasa. O objetivo, segundo a empresa, é que qualquer pessoa possa ter acesso ao dispositivo.


Dentre os materiais, também estão uma bateria de três volts, uma resistência padrão e cabos elétricos de diferentes tamanhos.  O pingente deve ser colocado em um colar com de 15 cm a 30 cm de distância do queixo.


A Nasa, no entanto, ressaltou que dispositivo não dispensa o uso de máscaras  e álcool gel na proteção contra a transmissão da doença. A ideia é apenas com o projeto é  de corrigir o comportamento subconsciente de levar as mãos ao rosto ao longo do dia.


(Com informações da NASA)