Na prorrogação, Croácia vence Inglaterra e vai à final da Copa pela 1ª vez na história

Na prorrogação, Croácia vence Inglaterra e vai à final da Copa pela 1ª vez na história

A Croácia derrotou a Inglaterra por 1 a 0 na prorrogação, depois de empate em 1 a 1 no tempo normal, nesta quarta-feira (11), em Moscou, e se classificou à final da Copa do Mundo da Rússia. É a primeira vez que os croatas chegam a uma decisão de Mundial. O adversário será a França, que sonham com a conquista do bicampeonato mundial. 


A equipe croata comandada por Zlatko Dalic entra para a história dos Mundiais. Desde 1998, quando a Croácia começou a disputar a Copa. O melhor resultado havia sido um 3º lugar, justamente em 1998, ao derrotarem a Holanda. Além disso, o país é o 13º a chegar a uma decisão de Copa do Mundo.     

Pela primeira vez em uma Copa do Mundo, uma seleção chega a uma final depois de vencer três prorrogações seguidas, sendo duas nas disputa de pênaltis e uma no tempo extra, e também de conseguirem se classificarem depois de saírem atrás nos três jogos eliminatórios.  


A melhor arma da Inglaterra já foi apresentada logo no começo da partida. Dele Alli sofreu falta na entrada da área, o lateral Trippier cobrou com perfeição e abriu o placar. O goleiro Subasic até pulou na bola, mas não chegou. Foi o 9º gol dos ingleses de bola parada nesta Copa do Mundo, que já haviam marcado 12.  

Com a vantagem conquistada nos primeiro minutos da partida semifinal, a Inglaterra teve mais tranquilidade, soube controlar a partida e não dava espaços para os croatas. Até teve mais chances de ampliar o placar com o artilheiro Harry Kane, em uma delas acertou a trave, mas a arbitragem já havia marcado impedimento do inglês.

A Croácia só conseguiu se encontrar na parte final da primeira etapa. Rebic cruzou, Stones cortou, a bola voltou para Rebic, que bateu de primeira e o goleiro Pickford fez defesa em dois tempos.

Na volta do intervalo, os croatas mudaram de postura e foram em busca do gol. Nas oitavas e nas quartas de final, a Croácia já havia saído atrás no marcador, mas mostrou força para conseguir o empate e acabou se classificando nos pênaltis.

O gol da Croácia acabou acontecendo aos 22 minutos da etapa final. Vrsaljko cruzou na área, Perisic se antecipou a marcação e tocou com o pé para o fundo das redes antes da chegada de Walker, de cabeça.

Com o empate, os croatas se animaram e quase conseguiram a virada. Perisic entrou na área, saiu da marcação, bateu cruzado e acertou a trave. Rebic pegou o rebote, mas mandou nas mãos do goleiro Pickford.

Apesar de aumentar a intensidade no tempo normal, a Croácia não conseguiu a virada e a partida foi para prorrogação. Pela terceira vez seguida, os croatas levaram o jogo para o tempo extra.

Na prorrogação, o jogo ficou mais aberto apesar do desgaste das duas equipes. A Inglaterra teve grande chance em cabeceio de Stones, que Vrsaljko tirou em cima da linha. Já a Croácia quase chegou com Mandzukic, que tocou e Pinkford sai para fazer a defesa.

No começo do 2º tempo da prorrogação, Croácia finalmente conseguiu a virada. Perisic ganhou de cabeça e a bola sobra para o atacante Mandzukic fuzilar e fazer o gol da vitória. Depois foi segurar a pressão inglesa para comemorar a inédita classificação à decisão.