Mulher é investigada por oferecer água envenenada à garis da cidade de Passos-MG


Mulher é investigada por oferecer água envenenada à garis da cidade de Passos-MG

A Polícia Civil investiga o caso de duas garis, de 30 e 42 anos, que passaram mal depois de ingerir água supostamente envenenada em Passos (MG). As mulheres contaram estavam com sede e pediram água em uma residência no Bairro Bela Vista. Passados 30 minutos, as mulheres começaram a vomitar e sentir dormência na língua.


A Polícia Militar foi até a casa da moradora que confirmou ter cedido as garrafas de água e disse que sua intenção era apenas ajudar. Ela ainda mostrou aos policiais garrafas semelhantes as que estavam com as garis, uma delas com cheiro forte. A garrafa foi recolhida pela perícia.


A proprietária do imóvel disse à polícia que o produto com cheiro forte seria veneno usado por ela em vasos de flores para matar pulgões. Ela foi levada à delegacia, assinou um Termo Circustanciado de ocorrência (TCO) e foi liberada.


As duas garis foram encaminhadas até a UPA(Unidade de Pronto Atendimento) da cidade. Elas passaram por lavagem gástrica e tiveram alta.