Motoristas sobrevivem após serem levados por enxurrada na Tereza Cristina em Contagem


Motoristas sobrevivem após serem levados por enxurrada na Tereza Cristina em Contagem

Três motoristas, pelo menos, conseguiram escapar com vida de uma intensa enxurrada na noite desse domingo (1°), na avenida Tereza Cristina, entre a região Oeste de Belo Horizonte e o bairro das Indústrias em Contagem, na região metropolitana. O alagamento aconteceu alguns minutos após o início de uma forte tempestade que causou, inclusive, a interdição parcial desta avenida e também da avenida Vilarinho, na região de Venda Nova, por risco de transbordamento dos córregos que atravessam esses pontos da cidade.


Um dos casos mais sérios de resgate na noite desse domingo aconteceu na altura do bairro Vista Alegre, na região Oeste de Belo Horizonte. Após a elevação do nível de água do ribeirão Arrudas, um motorista em um carro laranja acabou arrastado pela força da correnteza. Vídeos registrados por moradores do bairro mostram o homem em cima do teto do veículo. No entanto, alguns segundos após alcançar a parte superior do carro, o homem cai na água e desaparece.


Segundo o Corpo de Bombeiros, ele teria sido resgatado pela Guarda Municipal e socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Oeste. A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Segurança de BH para confirmar esta informação a respeito do resgate, mas ainda não obteve retorno.


O segundo motorista que precisou ser resgatado estava preso à inundação no interior de seu veículo, logo após a alça de acesso da avenida Tereza Cristina, no sentido centro/Betânia. Assustada, a vítima pulou do carro e se agarrou a um poste entre a avenida e a rua Eliseu Brito, de onde conseguiu ser retirada com segurança pelos bombeiros.


Outras pessoas também precisaram ser socorridas na noite desse domingo. Na altura do bairro das Indústrias, ainda na avenida Tereza Cristina, motorista e passageiros de um carro conseguiram escapar sozinhos após o veículo ser inundado. Todos dispensaram ajuda dos militares. Há ainda outra ocorrência, sem muitos detalhes a respeito, de vítimas que também sofreram com o transbordamento na via, mas na altura da Vila São Paulo. No entanto, essas pessoas escaparam do local de risco antes da chegada dos bombeiros e não sofreram ferimentos.