Minas Gerais terá centro de distribuição da Amazon


Minas Gerais terá centro de distribuição da Amazon

O Governo de Minas Gerais anuncia, nesta segunda-feira (8/10), a atração de mais uma grande empresa para o estado. Minas Gerais está na rota de expansão da multinacional norte-americana do varejo Amazon. A instalação do novo centro de distribuição (CD) será em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A empresa está em fase de pré-operação e entra em total funcionamento nos próximos dias.


O governador Romeu Zema destacou que os esforços de desburocratização do Estado têm sido fundamentais para que Minas receba investimentos deste porte. “A Amazon, um dos maiores e-commerces do mundo, escolheu Minas Gerais para instalar um de seus centros de distribuição. Isso é muito importante para nós, porque significa mais empregos e futuras oportunidades de novos negócios virem para Minas, já que uma empresa como a Amazon acaba atraindo outros prestadores de serviços”, afirmou.


Empregos


As tratativas para a implantação da Amazon começaram em meados de 2019. A confirmação do aporte da gigante varejista se soma a diversos outros que vêm fortalecendo a economia em todo território mineiro, mesmo no cenário de retração econômica global em função da pandemia da covid-19. Esse é mais um resultado do processo de desburocratização estabelecido pelo Governo do Estado, com suporte da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi) e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede).


A companhia anunciou também a abertura de outros dois novos centros, um no Distrito Federal (Santa Maria) e outro no Rio Grande do Sul (Nova Santa Rita). Essa é a maior expansão da Amazon no Brasil.


Só em Betim a estimativa é de que sejam gerados 225 empregos, entre diretos e indiretos, no período. Com os três novos centros instalados, o país deve ter mais 1,5 mil postos de trabalho.


O secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, comemora a instalação de uma das empresas mais valiosas do mundo. “A vinda da Amazon para Minas Gerais reforça as diretrizes do Governo Zema, de simplificar e desburocratizar os processos. Estamos focados em diversificar a economia, mostrando o potencial do estado em se tornar, cada vez mais, um grande hub logístico para o restante do país”, afirma.


Centros de distribuição


Com este anúncio, a Amazon passa a contar com oito centros de distribuição para atender a clientes em todas as cidades brasileiras. Como efeito direto dessa expansão, mais de 500 municípios terão entregas ainda mais rápidas para membros Prime, a partir de dois dias para produtos elegíveis, com frete grátis e outros benefícios para quem faz parte do programa.


O Brasil é o país com o crescimento mais rápido em assinaturas Amazon Prime desde o lançamento. De acordo com o country manager da Amazon no Brasil, Alex Szapiro, a expansão da companhia reflete o compromisso com os consumidores no Brasil, com foco em oferecer uma experiência em constante evolução para o cliente. “Estamos profundamente comprometidos com o país e com as comunidades onde atuamos, e temos orgulho de criar mais de 1,5 mil novas oportunidades de trabalho, que irão beneficiar as regiões onde os centros de distribuição foram instalados”, disse.


Atração de investimentos


O Indi teve papel fundamental nas negociações com a empresa. De acordo com o presidente da agência, Thiago Toscano, o objetivo foi apresentar os pontos fortes do Estado, sobretudo na questão logística e nos tratamentos tributários. Toscano lembra que o setor de e-commerce está em franca expansão e a própria legislação tributária ainda tem alguns entraves para acompanhar a dinâmica do mercado. “A Secretaria de Fazenda conseguiu acompanhar essas mudanças para se adaptar à nova realidade do segmento. Essa foi uma das nossas grandes vantagens competitivas”, explicou.


A Amazon também instalará em Betim o marketplace da companhia, agregando outros vendedores e aumentando ainda mais o portfólio de produtos oferecidos no site. “Por ser uma das maiores empresas do varejo mundial essa é uma conquista que agrega muito para Minas Gerais. Vamos continuar trabalhando para que outras do setor sigam o mesmo caminho”, conclui Thiago Toscano.