Menina de 11 anos que estava desaparecida é encontrada morta com sinais de violência em Cachoeira de Pageú, MG

Menina de 11 anos que estava desaparecida é encontrada morta com sinais de violência em Cachoeira de Pageú, MG

Uma menina de 11 anos que estava desaparecida desde o fim de semana foi encontrada morta com sinais de violência em uma área de mata de Cachoeira de Pajeú, em Minas Gerais. O caso é investigado como estupro e homicídio. Um adolescente de 16 anos foi apreendido e confessou o crime, segundo a polícia.


Familiares buscavam por informações sobre o paradeiro de Suzana Rocha Silva desde o sábado (17), quando ela foi vista pela última vez. De acordo com a família, ela havia saído de casa para ir à igreja e não foi mais vista. Os pais chegaram a registrar um boletim de ocorrência.


Na tarde do domingo (18), a Polícia Militar recebeu uma informação de que havia um corpo em uma estrada, na zona rural da cidade. Ao chegarem no local, os policiais encontraram a vítima sem vida, nua e com sinais de violência. O corpo foi identificado como de Suzana.


Segundo a perícia, a vítima tinha sinais de esganadura e um edema na cabeça.


Após o corpo ser encontrado, a polícia passou a investigar o caso como homicídio. Havia uma informação de que, antes do sumiço, a vítima tinha sido vista conversando com algumas pessoas e, depois, entrado em um carro. Ao investigar o grupo, os policiais chegaram a um adolescente que teria sido a última pessoa a ter contato com Suzana.


Inicialmente, ele negou que tivesse relação com a vítima. No entanto, a polícia informou que o adolescente confessou o crime depois que os investigadores encontraram uma troca de mensagens entre ele e Suzana.


À polícia, o adolescente disse que foi com a vítima de forma consensual até a estrada, onde tiveram relações sexuais. O rapaz afirmou que, depois, esganou Suzana e deixou o corpo dela no local. O adolescente não disse qual teria sido o motivo da agressão.


Apesar da versão, a Polícia Civil informou que investiga se houve estupro, além do homicídio. O adolescente foi apreendido. O carro usado no crime e o celular foram recolhidos para perícia.